sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Desabafo de não querer e querer perder

Me faça te odiar, assim quem sabe eu pare de te procurar. Me faça sofrer, assim quem sabe eu pare um pouco de pensar em você. É dificil insistir, enquanto uma pessoa finge que quer te ver morta, mesmo mostrando que se importa, força uma indiferença. Quem vê até pensa que eu só quero seu mal, mas é que eu não estou legal com a sua distância. O que me doi o peito é não ter a sua presença, já que você me dispensa, e não quer mais a minha amizade. Quem dera se toda essa sentença terminasse em lágrimas todas as palavras e cumplicidade.

Nenhum comentário: