quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Vamos começar colocando um ponto final.


E o calor no peito foi só pra disfarçar
As facas que você tinha guardado no bolso, pra me apunhalar
Agora que é perceptível que não sou sua unica opção
Você talvez, pare de brincar com meu coração
Talvez ele chore, ou se sufoque.
Mas melhor viver assim por um momento
Do que viver uma vida
Esperando pelo tempo
Da despedida.

2 comentários:

Bruna Gabriela disse...

Como sempre:
Simples, objetivo e dramático.


Saudades de você, saudades dos seus textos!

Bruna Gabriela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.