sexta-feira, 25 de junho de 2010

Então me diz qual é a graça

Sem inspiração
Sigo meu caminho
Mas não sei pra onde vou, estou sozinha,
E nem mesmo sei onde estou

Sei que o certo é seguir em frente
Seguir em frente é continuar
Mesmo sem saber onde vou chegar.
 
Qual a graça de uma vida sem surpresa?
Qual a graça de estar esperando tudo que o mundo tem a oferecer
E se você não for ganhar você vai apenas concordar?
E se tudo aquilo for o que você sempre desejou?


A gente quer a certeza
De que tudo vai ser perfeito
E de não vai ter uma surpresa indesejada
Mas qual é a vontade de se chegar no final
Quando se sabe como acaba a estrada?

10 comentários:

Julia Melo disse...

a VIDA sem surpresas não é vida ...
adorei, você tem dom pra poesia, beijos;

Érica Amorim disse...

Não teria graça se soubesse onde daria a estrada... e tbém saber pra quê? pode ser que não iriamos se arriscar.. e pra viver, viver bem, é sempre bom corer riscos.

bjo
adorei o blog

Paulo Vitor Cruz disse...

a vontade nessas horas é aquela vinda da esperança de q a estrada, por milagre ou simplesmente mágica mesmo, n acabe de fato...

*tô ficando fã do seu blog, chica..

besos.

Paulo Vitor Cruz disse...

a vontade nessas horas é aquela vinda da esperança de q a estrada, por milagre ou simplesmente mágica mesmo, n acabe de fato...

*tô ficando fã do seu blog, chica..

besos.

Jeniffer Yara disse...

É verdade,qual a graça que já saber quando e como vai ser seu fim?!Acho que seguir em frente,esperando surpresas pelo caminho seria o certo de se fazer...;)

Bjs!

Umrae disse...

Bom, o fim a gente até sabe como vai ser, mas não sabe quando ele chega. O legal é se arriscar e ir tomando os caminhos desconhecidos, né?
Bjos

Refúgio Digital disse...

~ entendo teu lado, Stellinha . mas, segue aqui um conselho: " Toda canção tem seu final. Mas não há qualquer razão para não aproveitar a música. "
Pensa nisso ;')

Rodolpho Padovani disse...

As surpresas é que dão um tempero especial a vida da gente... nem sempre sabemos que estrada seguir ou onde ela vai dar, mas não custa arriscar...

Curti seu comentário no meu penúltimo post, te considero uma amiga tbm, mesmo sem termos nos falado =)
Te dei um follow no twitter...

Bjs =)

Rodolpho Padovani disse...

Ah, valeu pelo selinho, logo eu posto, não gosto de esperar muito senão eu esqueço... haha

Bjs =)

Adolfino R. Aquino disse...

Vc me fez lembrar da música aquarela... Um dia tudo descolorirá...

Já estou te seguindo, não esqueça de seguir: http://inspiracoesmatinais.blogspot.com e http://missaoguanhaes.blogspot.com

Um super abraço!