quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Se você acha o que eu digo fascista, mista, simplista ou anti-socialista.

Se você acha o que eu digo sem nexo
Você não sabe o que é da alma um reflexo
Ficaria perplexo acabaria com a calma 
Me acharia complexo

Se você acha o que eu digo sem nexo
Não sabe o que é um desabafo
Em pratos rasos
Em prantos poucos
Em sentimentos loucos

Se você acha o que eu digo sem nexo
Deveria parar pra ler o que eu escrevo primeiro
Você acharia muito mais estranho
As palavras se dividindo, as letras se encontrando
E veria qual é o tamanho, do desabafo verdadeiro

6 comentários:

Renata Fagundes disse...

só entende de desabafos quem não consegue verbalizar e escrever acalma

adorei seu blog Stella

beijo grande

Light disse...

Convite interessante e musical, para entender seus pensamentos.

Paulo Vitor Cruz disse...

soou bem desabafado mermo.

Letícia Giraldelli disse...

Sem nexo são as pessoas que não tem capacidade de entender o que escrevemos.
Bom, na verdade cada um sempre tem uma interpretação diferente.
Mas pena pra quem além de entender totalmente errado, fala bobagens!

ótimo poema.

Jeniffer Yara disse...

O desabafo verdadeira pode assustar,ás vezes.Eu sei muito bem disso,e me vi em seu poema,como sempre,rs.

Beijos

Janaína de Souza Roberto disse...

Acredito que o tamanho do desabafo é proporcional a dor. E o que os outros acham é problema deles, não é?
Gostei do seu espaço!