sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Tchau astral estranho


Inspira pra acalmar a mente
“Acalma alma”
Mas junto com o ar vem a raiva, a fúria e a dor
Inspirador

Expira pra jogar tudo pra fora
“Tchau astral estranho”
Mas a única coisa que sai de todo tamanho
É a esperança que vai melhorar
Nada da alma acalmar,

Quem me dera fosse de alivio à expiração
Mas a mente simplesmente não consegue esquecer,
E quem paga por isso é meu pobre coração
Pois é ele que calmamente os guarda sem querer.

9 comentários:

'Lara Mello disse...

Vai embora astral estranho :/

Paulo Vitor Cruz disse...

uau, gostei disso demais da conta, sô... ponto p vc, chica.

*feliz final de semana

besos.

Luna Sanchez disse...

Como nossos corações aguentam tanta coisa e ainda conseguem se manter doces?

Mistério...

Um beijo.

Fernanda. disse...

O coração é forte né. Mas é sempre bom dar a ele de vez em quando um chá de calma e amor.

Mariana Andrade. disse...

esse astral é uma hora quase bom, outra hora quase ruim.. tudo muito estranho e cansativo. to assim também. e é um saco.

Fernanda Amábile disse...

É sim muito estranho esse astral que não se consegue expirar, tirar de nós. bjoo

Má Midlej disse...

que bonito como voce usa as palavras, sabia? achei uma delícia ler. rs

Anônimo disse...

"Ofegar..."
Segundo o dicionário, respirar com dificuldade.
Cansaço, tristeza, dor (aquele nó na garganta).
Seguido (talvez) de:
Descanso, felicidade, alívio.
Nem ligo pelo fato de me alimentar de coisas ruins, isso é sinal de que ainda vivo... respiro.
Lembre-se: aproveite cada partícula de ar que respira. Como você mesmo disse estarem expirando coisas boas, outros poderão estar inspirando as mesmas (vice-versa).

Beijo.

Eu.

Letícia Giraldelli disse...

Pelo menos ainda tem esperança que vai melhorar... Agarre-a!

ps: adoro seus poemas, av!