sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Nonsense

Oi vida,
Quando vai voltar pra mim?
Parece agora que vivo no automático,
E não é nem um pouco simpático viver assim

Ah vida, que era a razão da felicidade
Percebo agora
FELICIDADE nem é mais um dos meus objetivos

Meu objetivo agora
É só conseguir manter a cabeça no lugar
Me manter segura, mesmo em uma incansável procura
De procurar porque viver, e o sentido tomar.
Não tenho nada, não brigo por nada.
Falta vontade, faltam objetivos.
Falta viver.
Sorte e acaso ?
Quem sabe do que depende?
 

5 comentários:

Jeniffer Yara disse...

Quando ficamos no automático,só queremos mesmo voltar á ter a cabeça no lugar e ter a lucidez para viver de volta.

Beijo

Betina. disse...

Já estive assim. Paciência, flor, tudo se ajeitará ;)
beijobeijo ;**

Rodolpho Padovani disse...

Esse poeminha serviu certinho para mim, tô no automático, deixando tudo acontecer como se outra pessoas vivesse a minha vida, preciso tomar o controle.

Bjs =)

Mariana Andrade. disse...

não se trata de sorte nem de acaso.
se trata de auto-controle.
e todo mundo tem.
é só não desistir de encontrá-lo.

Victória Resende disse...

Deixo um mimo pro teu blog, oh. Segue link:
http://victoriacresende.blogspot.com/p/selos.html