domingo, 3 de julho de 2011

A falta que a falta faz

Sem tempo, nem inspiração
Sem vontade, nem distinção
Saber que o tempo vai passar

E que só vou notar
Quando não tiver mais nada
Saber que só vou perceber
Quando tudo faltar

Mas na verdade já falta
Faltam vontade e coragem

Falta perder o medo de fazer
Não ficar só na margem 
E perder o medo de enfrentar o fundo
Perder o medo de ser feliz, e enfrentar o mundo.

5 comentários:

Paulo Vitor Cruz disse...

"(...)E que só vou notar/ Quando não terei mais nada(...)", é essa consciência que não temos que nos faz tanta falta para q possamos aproveitar de verdade os nossos dias...

*gostei mto de ler esse, chica... parabéns...

feliz domingo ae.

Lili Vidal =] disse...

Suas postagens são mto lindaaasss!
pq ñ dzr: perfeitas!
lindos seus textos!
bjs e parabens!

Letícia Giraldelli disse...

E o primeiro grande passo para perder o medo, é reconhecê-lo dentro de nós mesmos.

boa sorte.

Fernand's disse...

protagonizar a própria história.


=)

Gabriela Marques disse...

A lembrança chega a ser mais doce que o presente.
Por isso passamos tanto tempo idealizando o que já foi.