sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Reflexista

É difícil nos descrevermos 
Quando nem nos mesmo nos conhecemos. 
Me disfarço em letras,
Me desfaço em versos, 
Me refaço nas estrofes, 
Se rimo é consequência, 
Escrevo o que sinto, 
O que a alma chora.

8 comentários:

zierley jardim disse...

somos feitos de pores-do-sol.

Bruna Gabriela disse...

Não precisamos nos conhecer, nenos descrever. Precisamos fazer com que pelo menos um nos conheça, e a descrição é consequência.

Marcos Satoru Kawanami disse...

Em poesia ocorre muito isso, mas normalmente não carecemos nos descrever nem nos disfarçar,basta rimar, se vier a calhar.

=)
Satoru

Jeniffer Yara disse...

Nós sempre precisamos escrever aquilo que sentimos, é sempre o melhor a se fazer ><

Beijos

Fernanda. disse...

E escreve muito bem viu! Beijos!!!

Mariana Andrade disse...

vira vício. e a gente é atraída por quem consegue ler nas entrelinhas o que, até sem querer, escondemos.

muito bom, stella.

Abel Pedro disse...

Gosto dos seus poemas, acho que vc deveria colocar um botão de twittar, pq ai podemos divulgar esse blog com ais facilidade pelo twitter (@abelpedrofg)

coffee-break disse...

a alma chora o nosso profundo "eu".

os versos captam aquilo que a razão nega e a emoção transborda.

a descrição... se faz paulatinamente.

Uma graça aqui tb!