sexta-feira, 11 de maio de 2012

O que esperar do futuro se os que formam pra ensinar nem aprenderam

Ando tão decepcionada com a humanidade que me envergonho de ser dessa raça. É orgulho hetero, orgulho homossexual, e eu tenho decepção. É tanta gente ruim nesse mundo querendo subir as custas dos outros. É tanta gente sendo feliz com a desgraça alheia. É tanto profissional mal formado e limitado quanto aos seus conhecimentos querendo ser reconhecido. Me enoja. É tanta gente roubando ao sonegar impostos, é tanto politico se passando por bonzinho e mais gente corrupta do que os próprios políticos. Gente que mente, mesmo que a mentira seja pequena continua sendo mentira. Inventam doenças pra faltar ao trabalho, faltam a aula pra ir no bar. Matam aula da faculdade de um curso que seus pais se matam pra pagar, apenas pra ser orgulhar do filho ter uma formação. Tudo isso me enoja. Como o cara vai se tornar um bom médico se faltou a aula mais importante? Como um advogado será um bom defensor quando faltou a aula de respeitar o outro? Quando um professor vai ser bom pra ensinar futuros profissionais se ele mal sabe escrever? É muito ego pra pouco cérebro. É muito preconceito. São classes querendo valorização sem trabalhar, sem mostrar serviço, é classe querendo ter uma vida melhor sem ao menos correr atrás disso. Diria que esta faltando atitude. Mas na verdade o que esta faltando é recriar o mundo todo de novo. Com novos valores, novas perspetivas, novos pensamentos e novos objetivos. E pessoas novas que realmente lutem por um mundo melhor.

3 comentários:

Bruna Gabriela disse...

Vc quer ser das raça de zumbis?



Brincadeiras de lado...
Penso realmente qual será o futuro da humanidade, o que se pode esperar para o mundo daqui há quatros anoss...

Mariana Andrade disse...

"é muito ego pra pouco cérebro", realmente.

falta ação, porque o mundo tá cheio de gente que diz que se ama da boca pra fora e reclama exatamente do que precisa mudar.

Letícia Giraldelli disse...

Recriar um novo mundo! Essa é exatamente a palavra.
Pena que é impossível... Desculpe a falta de esperança, mas acho que a tendência infelizmente é piorar.

beijos.