quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Desfaço do ameaço de entrar nesse compasso sem sentido

Hoje eu quero mandar tudo pro espaço
Já que não vou completar o pedaço
Que falta ser preenchido.

Hoje eu quero gritar, fazer um estardalhaço
Pra acabar com esse cansaço
Que foi ter te conhecido.

Um comentário:

Bruna Gabriela disse...

Lindo poema , porém triste e com amarguras de um amor passado.