terça-feira, 3 de abril de 2012

Problemas sempre existiram


Escrever na terceira pessoa é fácil pra quem não reconhece seus proprios problemas. Escrever na terceira pessoa é simples pois sempre posso culpar outro alguém. Começo meus textos e poemas com "ela" ou algum verbo no passado. Mas super diretamente todos eles desrespeitam aos meus sentimentos, meus desejos e talvez vontades, e sempre tristezas, começo então com a primeira pessoa para que os meus problemas sejam liberados.

Acordei bem cedo, e assim que perguntaram o que estava acontecendo chorei, me desfiz em lágrimas por problemas não tão importantes, gritei, briguei, me aborreci. Um turbilhão de sentimentos acontecendo simultaneamente, procurei carinho e aconchego onde mais problemas haviam e não soube me desligar do meu mundo para ajudar o outro mundo que precisava de mim.

Entresteci corações por achar que meus problemas eram maiores, entresteci corações por achar que meus motivos eram melhores, e agora sinto falta de um coração entrestecido pra acolher e um coração que eu fiz alegre pra me orgulhar. Mas nada disso aconteceu, quem sabe o erro tenha sido apenas meu, de procurar força doada no lugar de força alcançada por ajudar os outros, de procurar sabedoria passada no lugar de aprender fazendo.

Talvez esse não seja só o meu mal, e sim mal do mundo por estar como esta.
Talvez eu esteja apenas procurando alguém pra culpar.

9 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

Tudo se encaminha para o Bem, há um propósito em cada detalhe, até nos sonhos; mas procure ser correta e evitar o erro grave.

Anônimo disse...

Gostei muito, fazia tempo que não lia teu blog e é mais ou menos assim mesmo...a gente sempre acha que nossos problemas são os piores, mas a maioria das vezes não são....

Ludyane

Letícia Giraldelli disse...

Você não é a única! Como você realmente disse... Digo em palavras diferentes: O mundo anda muito egoísta!
Agora, já que tu já percebeu que está procurando alguém para culpar a si mesma, o primeiro passo está dado.. Basta buscar o melhorar. ;)

Obrigada por me aceitar novamente depois de tempos, linda!

cuide-se :*

Bruna Gabriela disse...

Gostei desse texto.
Profundoooo.


Piadinha pra descontrair : A culpa é sua e vc pode colocar ela em quem você quiser.... (rs)

Pedro Menuchelli disse...

Pois bem Stella,

Concordo plenamente com você. Problemas sempre existiram e vão existir enquanto a gente viver. O que muda mesmo é a forma que encaramos os tais e saimos vencedores depois de um tempo. Basta apenas querer.

Um grande beijo, estou a te seguir.

Feliz Pascoa,
Pedro

Paulo Vitor Cruz disse...

vc tá a cara da clarice lispector... deu vontade de ir ai te abraçar, mas nem foi por isso. Foi só vontade de te dar um abraço mesmo.

*dia 12 de maio vai rolar evento aqui em ubá (minha cidade) da publicação do meu primeiro livro, lançado pela editora Multifoco. Sinta-se convidada.


abraço grande.

Letícia Giraldelli disse...

Venho por meio deste comentário (o segundo no mesmo post, gente) pedir humildemente o msn da menina que troca palavras comigo já tem um tempo.

Desculpe-me o incômodo e um ótimo domingo de Páscoa! :)

Letícia Giraldelli disse...

Gente! E se eu falar que eu já tinha aquele endereço adc no meu msn?!
Eu não lembro disso.... hahahah

De qualquer forma pega o meu, vai que eu estou altamente bloqueada o:

leticia_giraldelli@hotmail.com
e né, apaga depois que ler :)

Flá Costa * disse...

Sabe Stella, eu acho que se você percebeu isso (que talvez você esteja procurando alguém para culpar) já deu o primeiro e grande passo.

E há vezes que é assim mesmo. O mundo cai sobre nós. Infelizmente, faz parte.